segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Max

Gente, bom dia.
É com imenso prazer que venho comunicar que a minha família cresceu. Já estamos a duas noites sem dormir direito...(risos)
O Max chegou na nossa vida, com 60 dias de muita agitação e graça.
O Max é o nosso menino, lindo e espuleta...(risos), festeiro e com os dentinhos loucos para sair.
E por isso não vou conseguir fazer as postagens nesta e na próxima semana, nesta por causa da adaptação do Max e semana que vem estarei no sítio dos meus pais e não consigo sinal de internet por lá.
Uma ótima semana a todos.

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

O Medo, um grande mal da humanidade...

Medo, o que é o medo? Do que eu tenho medo? Quem me faz sentir medo? Que situações me trazem esta sensação "medo"?
Pois bem, podemos encontrar diversas explicações para está pequena palavra de grande peso. Como por exemplo, ele é uma sensação que nos deixa em estado de alerta causado pelo receio de dizer, fazer, ou ouvir alguma coisa, tanto física como psicologicamente falando. E que pode provocar uma atenção exagerada a tudo o que ocorre ao seu redor.
Podemos afirmar que o medo é o nosso maior inimigo. Estando por trás do nosso fracasso, das doenças, das relações humanas desagradáveis. Muitas pessoas, têm medo do passado, do futuro, da velhice, da morte. Sendo que o medo é um pensamento em nossas mentes e nós temos medo dos nossos próprios pensamentos.
O medo é o fantasma que nos acompanha, porque foi desenvolvido nas profundezas do nosso psiquismo pela absorção de vivências negativas.
Costumamos ter medo de um milhão de situações, que numa grande maioria, só cabe a nós mesmos resolver. Temos medo de falar em público, medo do escuro, medo de altura, medo de lugares pequenos ou apertados, medo de falarmos alguma coisa e desagradar aquela determinada pessoa, medo de andar sozinho, medo de dirigir, medo do desconhecido, medo de quebrar barreiras, medo de determinados insetos e animais, medo da água, medo de desapontar as pessoas com relação ao que elas esperam de nós. E assim, vamos deixando, que esse "medo" que está no nosso inconsciente sempre nos vença, e sempre que fazemos isso, ele ganha força, cria raízes, e vai nos atrapalhando no presente, causando reflexos para o futuro. 
Como por exemplo, o que pode acontecer se eu falar em público, podem rir, me fazer perguntas que posso não estar preparada para responder naquele momento? O que isso vai influenciar no meu momento, naquele momento da minha vida, sendo que eu fui, eu falei, eu venci mais esta barreira, oras, se eu não souber a resposta naquela exato momento, prometo leva-la num próximo momento, se derem risada, pode ser que nem seja da minha pessoa que estão rindo, e sim de algo que eu falei, ou que outra pessoa pode ter falado, ou podem estar analisando a situação exposta. Mas devido ao "meu medo" naquele momento eu achei que foi de mim. 
E o medo do que vão achar de nós, o medo de desagradar as pessoas, nossa como isso nos faz mal, pois o tempo todo estamos analisando as situações para que em momento algum, possamos falar aquilo que vai desagradar a determinada pessoa, e aquela pergunta: será que ele (a) vai gostar se eu fizer isso ou aquilo? E se eu disser isso ou aquilo o que vão pensar?
Se você analisar, o medo, em grande parte, é o nosso orgulho falando sempre mais alto e o mundo gira sempre em harmonia com o universo e o meio ambiente.
Venho escutando uma frase estes dias todos: "As oportunidades não aparecem sem que você esteja preparado, então se a oportunidade bater na sua porta, porque você vai lhe dar as costas, pode ser que ela não bata uma outra vez." 
Pensem sobre isso, não deixem que o medo os vençam, sei o quanto é difícil, mas não precisamos ir quebrando todas estas paredes (medos) que construímos dentro de nós mesmos de uma única vez, se enfrentarmos uma a uma, vai ser uma vitória a cada passo conquistado.
O medo não pode mais do que nós mesmos, nós podemos muito mais do que o medo, pensem nisso.
Uma boa noite a todos!

sábado, 25 de agosto de 2012

Feliz....

Gente, vocês não imaginam como estou feliz hoje!!!
Pra começar, quem editava as fotos para eu colocar no site onde vendo os meus produtos e os da minha mãe também, é o meu marido (lindo, prestativo até demais, super inteligente, minha criança (risos)). Acontece que ele editava foto por foto e ainda tinha que colocar cada uma delas no site da loja, no site do Elo7, no Mercado Livre, enfim, dava um trabalhão. 
No meu computador, não tenho PhotoShop, e nenhum editor de imagens que fosse bom, sabe, daí encontrei um monte de gente comentando sobre o Photoscape, e resolvi baixar o programa, eis que ontem consegui editar as minhas primeiras imagens, e quando consegui fazer algumas montagens, parecia criança quando ganha um presente que quer a muito tempo...(risos)
E hoje, foi o grande dia, meu maridinho, me ensinou a fazer as postagens dos produtos no site e no Elo7, resumindo, acho que agora começo a ficar em dia com as coisas que ando fazendo, pois se sou eu mesma que faço os produtos, tiro as fotos, e além de tudo agora edito e publico, sou uma pessoa mais independente...e também feliz.
Fala sério, meu marido trabalha no horário comercial, e a noite, coitado, faz aquilo que mais gosta, ele dá aulas na UNIFRAN, e pior, faz isso 4 vezes por semana, se tiver que ficar fazendo isso ainda nos dias que tem para descansar, coitado, vai ter uma estafa.
Mas não fiquem acanhados, se quiserem conferir as minhas novas artes é só acessar e verificar:  www.loja-virtual-artesanato.com.br ou www.elo7.com.br/lojavirtualartesanato
Tem também o blog onde estou postando algumas coisinhas sobre artesanato e estou com algumas postagens pendentes, mas também está ficando super legal.
O dia hoje rendeu bastante, meu deu o gostinho de dia bem trabalhado, de ter feito aquilo que gosta, de mostrar o que sabe fazer.
Vou ficando por aqui, espero que todos tenham um ótimo fim de semana e semana que vem estou por aqui novamente.
Beijinhos

terça-feira, 21 de agosto de 2012

Oração do amigo...









Senhor, Olhai pelo meu amigo!Que as pedras sejam removidas do
seu caminho,
Que tenha forças para carregar
seus fardos,
Que encontre coragem
para resistir ao mal,

Que possa ver o amor em todos os seres,
Que seja abraçado pela lealdade,
Que encontre conforto e saúde
se estiver doente,
Que seja próspero e saiba partilhar,

Que tenha paz cobrindo seu espírito,
Que sua mente obtenha os conhecimentos,
Que use sabedoria para aplicá-los,
Que saiba distinguir o Bem do mal,
Que tenha Fé
para manter-se forte na dor.

Senhor,
Olhai pelo meu amigo!
Protegei cada passo que ele der,
Que a cada novo dia
ele aceite o novo,
Que saiba alegremente
comunicar novidade.

Que Vos sinta em todos os momentos
E que tenha o Vosso colo
por toda a Eternidade.
(A.D.)

Novidades...

Gente, em primeiro lugar, peço desculpas pela demora nas postagens, mas estive num período meio "dark", com muitas dores de cabeça, afinal de contas, a enxaqueca já faz parte dos meus dias, mas prometo que assim que descobrir alguma coisa que alivie os sintomas da enxaqueca eu publico aqui.
Tem tanta coisa que eu queria falar...(risos)
Bom, vamos começar com a festa de aniversário do meu sobrinho, meu japinha lindo, o Fefê fez este ano 07 anos e está cada vez mais esperto, mais ligeiro, falando cada coisa que não condiz com a idade dele que nos deixa espantados...(risos)
É, aquele feriado foi bem agitado!
Agora, foi a época do Dia dos Pais, como meu sogrinho estava por aqui em Ribeirão Preto, o maridinho ficou com o papai dele e eu corri para o abraço do meu, e da minha mãe, dos meus irmãos, da Carol, do meu sobrinho lindo, da minha avó, do meu avô fofo, enfim, muitas pessoas especiais, inclusive a Dri, minha prima, que faz cada artesanato lindo...(risos)
Tirei algumas fotos da Chácara dos meus pais, da Gabi, da Laikinha, da minha mãe, dos pezinhos de fruta que estão crescendo, e agora estão dando sinal de ir para frente mesmo, (risos).

Saí de lá, na sexta, no sábado e também na segunda-feira com 5,5°C, gente, vocês tem noção do que é isso, para quem está acostumada a levantar e já colocar regata, mesmo quando está fresquinho, (risos), mas não tem problema, estava com tanta saudades de todos, que valeu a pena enfrentar o frio, o que não foi muito bom, foi que voltei para cá com uma dor no joelho ferrenha, e vou ter que fazer uma Ressonância Magnética para poder identificar o que está causando a dor, aff...
Vou tentar postar alguma coisa nos próximos dias, referente a ansiedade, e estou tentando fazer um questionário referente a depressão a uma médica super fera do HC aqui de Ribeirão Preto, se der certo, vou estar super feliz, tenho alguns conhecidos com o problema e muitas vezes não aceitam que estejam com os mesmos.
Também estou vendo umas receitas bem legais para postar aqui, é só aguardar, prometo que não irão se arrepender.
Fiquem com Deus.

sábado, 4 de agosto de 2012

Disseram - Texto de Emmanuel


Que não vencerás em teus empreendimentos;
Que o teu doente querido está no clima da morte;
Que atravessarás longa noite de provações;
Que não mais encontrarás o trabalho que mais desejas;
Que não te recuperarás de certas perdas sofridas;
Que não realizarás os sonhos que acalentas;
Que os entes amados distantes de ti nunca mais te voltarão ao convívio;
Que o desgaste do corpo físico não mais te permitirá as realizações que tanto almejas;
Que, por essa ou aquela falta, andarás sobre a Terra constantemente sobre pedras e espinhos.
Tudo isso disseram...
Entretanto, continua agindo e servindo, orando e esperando, porque as opiniões de Deus são diferentes.

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Prece do Perfeccionista

Senhor Jesus, livra-me da compulsão para fazer as coisas com perfeição. 

Ajuda-me a aceitar a normalidade das falhas humanas. 

Neste momento de minha caminhada evolutiva, compreendo que me criaste para viver humanamente e não perfeitamente. Hoje, "ser homem" é respeito ao limite daquilo que sou. 

Amigo Excelso, que eu possa retirar de meu vocabulário diário as expressões "ter que", "deveria", "precisaria agir" ou "atuar melhor". Certas frases que utilizo com frequência me induzem a fazer além do que eu sei ou posso fazer. 

Quase sempre, amável Condutor de Almas, noto que ninguém me repreende tão cruelmente quanto eu mesmo. 

Disseste certo dia: "Não se vendem dois pardais por um asse? E, no entendo, nenhum deles cai em terra sem o consentimento do nosso Pai! Quanto a vós, até mesmo os vossos cabelos foram todos contados. Não tenhais medo, pois valeis mais do que muitos pardais". 

Todavia, Senhor, quase sempre me esqueço dessas tuas palavras de confiança e destemor e tento buscar no perfeccionismo uma forma de compensar meu medo de viver, de indenizar a insegurança que me domina, de comer minha inquietação diante da existência. 

Esclarece-me, Mestre, para que eu perceba com clareza minhas fronteiras internas e externas, e jamais deixes que eu me compare com os outros. Quando faço comparações, sempre me frustro, Senhor Jesus. 

Que eu perceba até onde devo ir, até onde minhas forças aguentam, até onde são úteis e verdadeiras as minhas buscas existenciais. 

Não permitas que me fantasie de herói ou de super criatura, uma vez que pertenço à raça humana, tenho dificuldades e pontos fracos, estou aprendendo lições comuns, vivendo situações apropriadas às minhas forças. 

Senhor, não consintas que eu ignore os meus erros, pois dessa forma, tudo o que eu teria que aprender com eles ficaria prejudicado. 

Luz do mundo, quando a síndrome de onipotência me envolver a casa mental, ajuda-me a me desvencilhar dela rapidamente, a admitir minha vulnerabilidade e a retomar o que me é devido - minhas possibilidades inatas, singelas e naturais. 

A minha mais pura intenção, Senhor, é transformar minha conduta perfeccionista, fonte oculta de ansiedade e amargura. Eu preciso mudar meu esquema mental e buscar formas alternativas de transformação para viver melhor comigo mesmo. 

Despeço-me de ti, solicitando-te, mais uma vez, que venhas em meu socorro, auxiliando-me em minhas lutas íntimas. Senhor, livra-me da perfeição apressada que me martiriza a alma e faze com que eu possa aceitar a normalidade das falhas humanas. 

Esteja comigo agora e sempre. 
Assim seja.